Pesquisar neste blog

sexta-feira, 27 de abril de 2012

- Bravo, Bailarina!

(Dedicado a minha filha Carolina)

De longe assisto a essa beleza
Que dança e brinca alegremente
Com tanta graça e tal leveza
Que encanta o coração da gente.

Mas que alegria e que destreza
Saltita no tablado à frente!
Já o seu sorriso de princesa
Conquista-me, perdidamente!

E dobra e estica a sapatilha
Da dor humana à luz divina.
Desliza altiva, cresce e brilha!

E ao ver tão  linda bailarina,
O amor de pai se curva à filha
E grita: - Bravo, Carolina!

Gilberto de Almeida
27/04/2012


Nenhum comentário:

Postar um comentário