Pesquisar neste blog

terça-feira, 30 de outubro de 2018

À noite, no bar


À noite, no bar,
pessoas, de vidas boas,
a desperdiçar.

Gilberto de Almeida
24/10/2018

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Até que encontre a vida após a morte


O espírito encarnado, em maioria, 
transita pela vida, inconsciente,
pois nada vê, nem mesmo desconfia,
da imensidão do mundo que não sente.

Aquilo em que acredita e que diria
ser fato incontestável, tão somente
é sombra, a escurecer a luz do dia
que resplandece em plano diferente.

A alma é tudo, a carne é quase nada!
Matéria é realidade empobrecida... 
Porém, se traz a vista enevoada,

em meio às ilusões de toda sorte,
a alma vive a morte nesta vida
até que encontre vida após a morte!

Gilberto de Almeida
24/10/2018

Trovas da Vida - VIII


Que bom seria, no mundo,
se procurássemos mais
que corrigir as pessoas
viver nossa vida em paz.

Gilberto de Almeida
24/10/2018


segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Trovas da Vida - VII



A violência no mundo
é forjada a cada instante
em que o pai não mostra ao filho
como amar seu semelhante.

Gilberto de Almeida
22/10/2018


Trovas da vida - V



- Existe alguém egoísta?
Pergunta anônima voz!
Responde a humanidade:
- Neste mundo, todos nós!

Gilberto de Almeida
08/02/2016


Partidarismo (Trovas da vida VI)


Defender um candidato
deixa a pessoa cega.
Se ele afirmar, ela apoia;
Se ele negar, ela nega!

Gilberto de Almeida
22/10/2018



sábado, 20 de outubro de 2018

Reencarnação - Reviver XXII


Pungente, o despertar da alma estarrecida,
no átrio do triunfo, além da sepultura.
Atrás de si, o pó, a morte, a cova escura;
adiante, a imensidão que pulsa e que convida!

Por força irresistível sente-se atraída
ao seio do zimbório, à imensa altura...
Mas, dor! Eis que a ilusão, no além, se desfigura,
pois pesa sobre a alma a inércia de uma vida!

Que fez da existência o espírito que avança? 
Que saldo de bondade, amor, ou de esperança
entrega ao Criador a alma resgatada?

Viveu no ócio, no egoísmo e quase nada
devolve a Quem lhe concedeu tamanha prenda...
Retorne, então - e ame mais! - até que aprenda!

Gilberto de Almeida
20/10/2018