Pesquisar neste blog

quarta-feira, 7 de março de 2012

Antes que Aconteça

(dedicado a Marcia)



Se algum motivo descabido, o gesto rude,
a voz exacerbada, o desleixado olhar;
que seja mesmo o meu semblante a incomodar,
o pensamento alheio, o porte ou a atitude;

se o vão tagarelar, a súbita quietude,
o jeito de vestir a roupa sem passar;
que tenha eu feito alguma coisa em tal lugar,
ou mesmo aquilo que não fiz, ou que não pude;

se algum deslize incauto, algum descuido tolo
vier lhe provocar qualquer constrangimento,
nem pense que há malícia, desafeto ou dolo:

pense, talvez, que eu seja um plácido jumento,
louco que sou, de amar tranquilo e desatento,
de amar profundamente e não saber expô-lo.

Gilberto de Almeida
(por volta de 1992)

Nenhum comentário:

Postar um comentário