Pesquisar neste blog

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Paz no Lar

Da paz no lar niguém deve,
jamais, deixar-se afastar,
porém quem reclama, em breve
acaba co'a paz no lar.

A reclamação mais leve
é inútil como tentar
frear aquele que escreve
depois dele terminar.

Pois, te peço: desestressa!
- Gentileza; sem rancor!
- Por favor, embarca nessa!

Porque - onde existir o amor -
qualquer solução começa
num humilde "por favor".

Gilberto de Almeida
10/08/2012

2 comentários:

  1. Carolina G. de Almeida4 de setembro de 2012 15:04

    Genial haha!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Genial é aquele que consegue fazer o que diz esse poema. Esse tem o gênio de conduzir bem sua vida pessoal. Mas agradeço assim mesmo. Beijo no coração!

      Excluir