Pesquisar neste blog

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Tobogã Invertido

invertido.
num tobogã
ascendendo sempre
Tudo que vejo é o caminho
existem, mas eu não consigo ver!
os tais dos baixos da vida; que dizem,
que não faz mesmo sentido, que existam
se não nos amasse mais. Por isso é que não,
e que Ele nos amava tanto quanto nossos pais,
e nos disseram, mesmo, que somos os seus filhos
Deus é misericordioso e, assim não permite o mal;
porque segundo disseram os que sabem as religiões,
O que faz sentido, mesmo, é não existirem os baixos,
além dos altos haveria os baixos, e isso não faz sentido.
se os altos e baixos da vida fossem realmente altos e baixos
mas percebi que os altos e baixos da vida, não são altos e baixos;
eu quiz escrever um poema que dissesse sobre os altos e baixos da vida,


Gilberto de Almeida
10/08/2012




3 comentários:

  1. Carolina G. de Almeida4 de setembro de 2012 14:52

    Interessante, profundo, gostei muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom que gostou, filha! Espero que continue gostando. Beijos!

      Excluir
    2. Carolina G. de Almeida4 de setembro de 2012 15:37

      Sempre, haha!

      Excluir