Pesquisar neste blog

sábado, 26 de julho de 2014

É a dor do infarto!



Tum-tum, tum-tum...
momento intenso
em que eu compenso,
talvez, algum,

algum jejum...
Faltou incenso?
Faltou consenso?
Tum-tum, tum-tum!

A dor urgente
detidamente
esmaga o peito!

Já não tem jeito;
não sei se parto...
É a dor do infarto!

Gilberto de Almeida
26/07/2014




Nenhum comentário:

Postar um comentário