Pesquisar neste blog

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Pensando, sem culpa

30/03/2017

      O preciosismo é inimigo da utilidade.

03/10/2013

      A grande vantagem de não ser nada, ou melhor, de não ser ninguém, é que se torna muito mais fácil ser o que eu quiser. É bom ver por esse ângulo.

01/10/2013

      A minha grande agonia é estar afastado de quem eu sou. Sei que não sou esse vaso de carne que me contém; sei que não sou esses pensamentos, essa mente. Há algo além, que controla tudo isso. Onde eu estou?

31/08/2013

      É preciso diminuir muito para atingir a grandeza que a todo ser humano é destinada. Na verdade, é preciso desaparecer completamente para que a grandeza de Deus possa resplandecer em mim.

18/08/2013

      Enquanto o desejar, não o terei;
      depois de percorrido o caminho, quando não mais o quiser,
      perceberei que já o era.

12/08/2013

      A impulso criativo é como um comichão na alma. Podemos ignorá-lo, e ele se vai; ou podemos dar atenção a ele, e ele cresce até abrir a ferida, até rasgar o papel, esculpir o mármore, criar uma música, pintar uma tela... E hoje está coçando...

08/08/2013

      Tem que existir uma alegria interior, pacífica e serena, mas que transborde... Esse transbordar é o exercício do amor ao próximo.

18/07/2013

      Tenho certeza de que nós mesmos é que apagamos a luz! Deus apenas a acende de novo, e de novo, e de novo, e de novo... Todo dia redescubro isso!

12/07/2013

      Não consigo tirar inspiração da dor! A dor é um fruto amargo que precisa ser digerido na solidão. E enquanto isso, mal consigo pensar, mal consigo sentir. Apenas procuro o equilíbrio, como antes, com a ajuda de Deus!

29/06/2013

      A gente evolui, mas não é para cima. A gente evolui em humildade. A gente evolui para poder chegar num ponto abaixo de todo mundo e servir! E é o prazer de fazer o outro feliz, de despertar um sorriso, de aliviar a dor, deve ser essa a alegria sublime que torna as criaturas verdadeiramente felizes...

      Se não somos felizes deve ser porque colocamos nos objetivos no sentido errado!

26/06/2013

      Parte do trabalho exige suportar a dor. Mas é temporário. Deus não condena ninguém ao sofrimento eterno.

12/06/2013

      Não gosto de rótulos. Namorados, por exemplo! Não gosto! Mas fazer o quê? A palavra existe. E aí está para os que a aproveitam. Existem muitas formas de afeição mais sinceras, mais intensas e mais duradouras do que a expressa por ela. Prefiro amar. Sem rótulo. E enviar esse amor em pensamento serena, terna e docemente ao mundo inteiro. Prefiro  amar alguém além da vida, depois que capacidade de namorar passar.

24/05/2013

      Todo dia erro tentando fazer o certo. Tenho um irmão que diz:

      - Quem fica parado é poste!

      Minha versão:

      - Alma parada é poste!

      Todo dia tento fazer minha se mover. Venho fazendo isso há mais de um ano (pouco, eu sei, para quem tem cinquenta!), com muita dificuldade e com muita dor! Mas uma coisa aprendi: a dor causa movimento!

15/05/2013

      O que fazer, como agir? Essas são as questões derradeiras. Todos respondemos a elas, todos os dias, todas as horas. Mas a minha verdade específica é que, passada a oportunidade, eu nunca sei se poderia ter agido melhor!

28/04/2013

      Ontem estive com amigos e conversamos sobre o "amor incondicional"! Havia duas opiniões à mesa: a primeira, a de que não existe amor incondicional, de que amor é uma troca; a segunda, a de que existe.
      Os argumentos foram interessantes, mas hoje, menos suco de melancia na cabeça, consigo raciocinar melhor. A questão é de definições. Para mim, faz parte da definição de amor, a inexistência de condições. Se há condições, uso outro termo, outras palavras...

23/04/2013

      Se eu não pudesse me divertir com as palavras, metade da graça de escrever um poema terminaria. A outra metade, nem começaria!

12/04/2013

      O senso comum é um problema. E é amigo íntimo do "Status Quo". O primeiro se engana com facilidade; o segundo, por respeito ao primeiro, fecha os olhos para as oportunidades.

31/03/2013

      O que pensar desses momentos em que Deus, de um lado, nos concede um presente belíssimo e, de outro, nos mostra a nossa fragilidade, a nossa pequenez e a nossa impotência?

01/03/2013

      O amor é a chama acesa que dá sentido ao relacionamento. As pequenas ações diárias para reconquistar o outro são o oxigênio que a mantém!

      ...

      A felicidade é um estado de espírito
      que, para ser conquistado,
      exige, primeiro, que não se o queira conquistar
      e, além disso,
      que se seja feliz!

06/02/2013

      Creio que existe uma diferença entre o amor incondicional, que significa dedicar o afeto a outra pessoa independentemente das circunstâncias, e o desejo de conviver com alguém. 
      Penso que o amor é um sentimento gratuito, que vem com a centelha divina que nos dá vida; já o desejo do convívio é algo que depende da coincidência de anseios e objetivos, mas que deve ser cultivado pelas atitudes e palavras carinhosas, que forneçam ao outro a certeza de que o lugar dele é mesmo a nosso lado!

04/02/2013

      Sei que a origem da minha infelicidade está em alimentar o desejo de ser feliz!

02/02/2013

      Que cada um tenha suas neuroses e suas obsessões submissivas às regras sociais, vá lá! É compreensivo. Mas que ao menos não as imponha, não envolva e não comprometa com elas quem não as tem!

16/01/2013

      Vivi mentiras por meio século!
      Vivi mentiras por mais de meio século!
      Mentiras são algo que não tem mais lugar em mim,
      mas convivo com elas a cada dia,
      lhes dou guarida e as alimento 
      em todos os dias da minha vida!
      Percebo a mentira até na respiração das pessoas,
      e sofro com ela
      e sofro comigo!

12/01/2013

      Ontem pedi a Deus
      que me revelasse
      por que vim a este mundo,
      por que provas deveria passar
      para que as pudesse cumprir direito.

      Hoje me peguei pensando
      que neste exato momento
      passo por certa prova.

      E não existem coincidências!

02/01/2013

      O amor contido numa garrafa
      é um martírio!
      Alguém aí poderia fazer o favor de tirar a rolha?


02/01/2013

      Às vezes quero dizer o que não posso,
      quero fazer o que não devo,
      quero estar onde não sei,
      e saber o que ninguém sabe!

      Isso é puro egoísmo, eu sei!

      Por isso é que me controlo e não digo,
      que me controlo e não faço,
      que me controlo e não vou,
      que me controlo e não sei.

      ...

      Mas Deus é bom e colocou um pouco de poesia na minha vida
      e eu nada digo, mas falo!

26/12/2012

      Viver é o eterno desafio de nos melhorarmos sob circunstâncias desfavoráveis.

17/12/2012

      Não resistir ao mau que me queiram fazer. Essa é uma fronteira difícil de ultrapassar. Dela estou a anos luz. Quando percebo, já resisti, já reclamei, já me defendi.
      A esperança é que o pensamento e a vontade tudo transformam. São mais rápidos que a luz, com certeza. Hoje estou distante. Amanhã, quem sabe?


15/12/2012

      As leis da natureza são impressionantes: não são violáveis.

      ...

      Quase tudo que eu faço é por egoísmo. Com disfarces, mas por egoísmo.

      ...

      Neste exato momento tive uma intuição. O que ia escrever, não escrevi. Talvez, se daqui a alguns minutos, voltar a ler essas três linhas, não farei a menor idéia de por que as escrevi. Divino e curioso! ... Ah! Foi por isso que escrevi. Para me lembrar que intuição existe. E são quatro, não três linhas!

12/12/2012

      Um amor que dure menos que uma vida
      não me parece um amor;
      parece uma miragem,
      um arremedo de amor,
      um flerte.

      E acho que nunca fui dado a flertes.

      ...

      Existe uma felicidade interior muito grande quando a gente encontra o próprio caminho.
      Mas ainda continua existindo a dor de, às vezes, não poder ajudar as pessoas pelas quais mais temos afeto.

08/12/2012

      A poucos minutos da meia noite, virada de data. Para mim representará meio século dentro deste envólucro. Eu preferia não dar muita importância a isso: a datas, principalmente a datas cabalísticas. Mas não adianta. O número 50 é redondo demais e quase me obriga a refletir. Eu fico pensando no que fiz, no que deixei de fazer. E vejo um Gilberto que desperdiçou quase que a totalidade desses anos sendo egoísta e orgulhoso. Orgulhoso de quê? Essa é uma grande ironia. Nada há aqui para que eu me orgulhe. E passei 50 anos me orgulhando desse nada...
      Parece que para os próximos 50, Deus tem outros planos. Resolveu dar uma chacoalhada na minha cabeça e no meu coração. Que eu consiga seguir esses planos, ser mais humilde, menos egoísta, menos orgulhoso, mais trabalhador, mais caridoso.
      Que Deus me conceda a graça de ser, nos próximos 50 anos, o tipo de homem que venha servir de modelo de vida justa e digna no qual meus filhos poderão, um dia, se inspirar.
      Que, se eu tiver a oportunidade de conviver com minha alma gêmea (que eu sei que em algum lugar está) eu possa, para ela, entregar o mais puro, magnânimo, despretencioso e dedicado amor, para que a sua felicidade seja a luz que iluminará a minha, que já existe, apenas por que sinto a intensidade do amor que a essa boa alma, a esse espírito bondoso que eu espero, está reservado.
      Que, se Deus me abençoar a esse ponto, possamos seguir uma vida dedicada ao amor e a paz em família, ao trabalho e à caridade.

04/12/2012

      Não sei se existem tipos, nem intensidades de amor. Mas sei que a vida é uma escola em que estamos sempre aprimorando nossa capacidade de amar.

20/11/2012

      Às vezes é melhor ficarmos calados, para não tornar o estrago maior do que já é.
      Mas dizer a alguém sobre um sentimento bom que temos não deveria causar estragos.

14/11/2012

      Passei o dia pensando. E nada descobri.
      À noite, quando não pensei em mais nada, pude escutar a resposta
      no mundo silencioso da alma e do coração.
      A caridade é a resposta. E o amor ao próximo.
      Qualquer convenção humana, diante dessas duas verdades absolutas, é irrelevante.
     
      Há o risco de sermos mal interpretados. Mas isso também é irrelevante.

31/10/2012

      E tem também aquele amor que é tão forte, que só pensa na felicidade do outro,
      que não exige retorno,
      que não pensa em si.

      É aquele amor tão forte que enche de júbilo o coração, só em imaginar o sorriso
      do outro.

      É o único amor que merece esse nome.

27/10/2012

      Num país corrupto, o voto é sempre nulo.

22/10/2012

      Existe o amor que é tão imenso
      que fica quieto e ama em silêncio...

09/10/2012

      Não me encanto com as palavras.
      Mas gosto quando elas enfeitam o que escrevo.

12/09/2012

      Ontem foi o dia em que nasci. Depois de muitos anos fui ao centro espírita fundado por minha mãe, o centro espírita de Castelã! Nessa noite nasci. Nasci porque as portas do universo se abriram, e a vida que nasci para viver, começou a começar.
      Hoje, estranhamente, apesar da calma que me toma, um sentimento rebelde, lá em algum canto de mim, está nervoso, está querendo que eu grite, que eu resmungue, que eu reclame. Não importa. Acho que esse sentimentozinho rebelde não sabe mais o homem com quem está lidando!

08/08/2012

      As pessoas sempre pensaram diferentemente em relação às questões morais. É claro! Se as pessoas não pensassem diferentemente em relação às questões morais, elas não seriam questões. E a moralidade seria um esclarecimento.

03/08/2012

      O dia vinha bem até que me senti pressionado. Aí me senti pressionado. E o dia não correu bem.

31/07/2012

      Poemas de Alberto Caeiro foram feitos para serem lidos num dia de chuva; ou num dia de sol. O que importa é que, se lermos num dia de chuva, estejamos sentados numa poltrona confortável; se lermos num dia de sol, tem que ser numa varanda, de preferência estirados na rede, balançando levemente, ao passar da brisa... Tem que haver a brisa...

***

      Hoje acordei com a disposição de ser feliz. E quem quiser compartilhar dessa disposição, é bem vindo!

***

      Um poema é a materialização da poesia. Quem faz isso é poeta. Ponto.

18/07/2012

      Hoje eu queria escrever um poema obsceno. Mas não estou com a mínima vontade de escrever sobre política. 

14/07/2012

      Não existe isso de escrever para as pessoas gostarem. Se tiver que fazer isso, acabou-se a liberdade poética!

11/07/2012

      O fato é que estou angustiado. Não adianta esconder isso!


***

      Eu simplesmente não compreendo como funciona esta bomba relógio que trago no peito!


03/07/2012

      Às vezes penso que um poema é a solidão transformada em palavras.

***

      O inferno só é inferno quando o diabo está presente!

***

      Nasce Aryovaldo Reis.

16/06/2012

      Os terapeutas que me perdoem, mas estou convicto de que remoer as histórias ruins do passado não é a melhor maneira de iniciar as histórias boas do futuro!

14/06/2012

      Ando com muita vontade de entender por que é que desandei a não entender mais nada.

13/06/2012

      Muitas mulheres são como aquelas plantinhas, as "dormideiras". Estão ali exuberantes, mostrando a folhagem aberta. Mas se a gente encostar, se fecham todas.

12/06/2012

      Trabalhar, trabalhar, trabalhar:
      - pra não me atrapalhar.

07/06/2012

      A felicidade está a um passo da sociedade.

06/06/2012

      Basta dar uma olhadinha para traz: quatro e meio bilhões de anos; e outra para frente (o mesmo tanto). Ainda dá tempo!

































04/06/2012

      Difícil não acreditar em Deus quando a gente abre as portas do coração. Tenho olhado mais para o céu, para as nuvens, para as árvores. Por algum motivo, as andorinhas, bem-te-vis, beija-flores, sabiás laranjeira, pardais e toda espécie de pássaro resolveram me mostrar que vivem, dançam e cantam nesta cidade e algumas coisas curiosas andam acontecendo. Por exemplo: por que é que eu, que sempre ando com os vidros do carro fechados, com o ar condicionado ligado, ontem, quando levava meu filho ao parque Villa Lobos, curtindo uma certa angústia lá no fundo do coração, resolvi abrir o vidro do carro? E por que nesse exato momento, uma rajada de vento trouxe uma revoada de folhas verdes para dentro do meu carro, uma delas no meu colo? Verde, a cor da esperança...

     Eu acho que Deus está sempre conversando conosco, só que na linguagem Dele. Eu estou aprendendo esse alfabeto. Creio que daqui a algum tempo termino a letra "A".

***
      Meu ceticismo me levou à depressão. Depois fiquei cético quanto ao ceticismo.

01/06/2012

      De novo no submarino. As coisas acontecem na superfície e eu nada vejo. Mas desta vez tenho plena confiança no piloto.


31/05/2012

      Se, para eu ser feliz, você tiver que ser infeliz, eu simplesmente não te mereço.

***

      Inteligência, conhecimento e bondade não têm mesmo nenhuma relação. E seu eu fosse obrigado a optar por somente uma das três, certamente morreria burro e ignorante.

***

      Deus, obrigado por essa sensação maravilhosa que é o amor, pelo bálsamo que me destes e com o qual untaste minha alma para que ela se sentisse em plena harmonia, obrigado por me permitir sentir de novo a benevolência de amar alguém, de ser completo porque amo, não apenas por ser amado.

30/05/2012

      Totalmente isolado. Aceitar. Se estiver com Deus, não estarei totalmente isolado.

***

      Isso tudo não pode ser coincidência. Depressão, introspecção, retomada de valores antigos (caridade, desapego ao dinheiro), retomada da crença em Deus, estou me exprimindo de novo através da poesia, me aproximei de antigos amigos, deixei o trabalho que achava puramente material para me dedicar àquele que acho que pode ajudar as pessoas e agora essa: separação. Tem algum caminho traçado aí. Só peço por favor que me ajudem a encontrá-lo logo.

*** 

     O tempo passa, a tristeza se transforma em tremor, o tremor numa quase total incapacidade para o trabalho. Daqui a pouco meus pacientes terão que me socorrer!

***
      A manhã de hoje estava amena e ensolarada (aquele solzinho frio do outono), do jeito que eu gosto. Mas não ela não sorriu para mim. Acho que estava esperando eu decidir que estado de espírito eu iria vestir.

***

      Hoje estou triste, o que é uma benção. Só assim consigo perceber com nitidez a diferença entre a tristeza e a depressão.

***
      Não sei o que pensar numa madrugada como esta: sozinho no hotel. O desconcertante é que não estou numa cidade distante, a trabalho, para fazer uma auditoria no dia seguinte, como tantas vezes aconteceu. O desconcertante é que estou a uns 4 Km de casa, e vim parar aqui por vontade própria. O que a vida ainda terá reservado para mim e para minha família?
     





28/05/2012

      Nada de Inércia.
      Vou atrás da Misericórdia.

***

      Não quero dinheiro: é fato. Não busco dinheiro: é fato. Busco a felicidade. E ela não depende do dinheiro.

27/07/2012

Poeminha Épico - Tragédia
(Poesia concreta completamente abstrata)


































26/05/2012

      Como seria o relacionamento ideal? Você abre mão de tudo que você é para ser o que o outro espera que você seja?

***

      É muito legal escrever nesse cantinho escondidinho do meu Blog. É como um diário secreto. Motivo: as estatísticas do Google dizem que ninguém lê (hehehe)!

***

      As relações afetivas deveriam ser como uma porta aberta, não como um buraco negro: você entra por que quer e fica porque tem vontade; não porque não tem alternativa.

25/05/2012 

      Sabe. Deus é um cara manero mesmo! Em vez de me dar uns sopapos por ter me queixado dos beócios que tiraram a via láctea do céu de São Paulo, fica, a cada dia, me mostrando uma paisagem mais linda que a outra, aqui mesmo na capital. Hoje amanheci com minha rua florida (E juro que até ontem não havia flores lá) e um céu de paraíso ao som da suíte número 4 de Bach para violoncelo. Falo sério pessoal. Pra mim, o cara é milagreiro!

23/05/2012

      Não se deixa um louco varrido pelos cantos da casa.

***

     O que é melhor? A ditadura ou a democracia? O presidencialismo ou o parlamentarismo? A monogamia ou a poligamia?

***
     
      O motivo pelo qual tenho a tendência de sempre vestir a roupa mais simples para ir trabalhar é porque não quero que meus pacientes confundam amor com grife.

22/05/2012

      Hoje acordei pensando o que aconteceria se queimássemos todo o dinheiro do mundo. Fiquei com a sensação de que restariam apenas os valores.

21/05/2012

      É Lugar comum, eu sei, mas existem certas coisas na vida, que são como um Trem. Passou e você não estava no plataforma: já era. Agora só na próxima primavera.

***

      A obra de um poeta é o seu eletroencefalograma. Pouca gente (talvez ninguém) entende o significado de todos aqueles rabiscos; mas a mente dele está ali: timtim por timtim.

19/05/2012

      Pensamento profundo para este sábado
      (antes de ler, relaxe, escolha um mantra, tire qualquer outro pensamentos da cabeça...)

      Quando decidimos fazer as coisas acontecerem num ritmo mais acelerado do que aquele que Deus planejou
      Só da caca!
***

      O bem e o mal são apenas dois lados da mesma bola.
      E na verdade, toda bola serve só prá quê? Prá ser chutada!
      Só não lembre disso se um dia você ficar zangada comigo.

***

      As vias de trânsito de São Paulo estão corretamente dimensionadas...
      Para a quantidade de veíulos que circula às três horas da madrugada.

18/05/2012

       Até há poucas horas, mulher era tudo igual.
       Bastou que a luz do sol surgisse e a paz veio me dizer que, sim, existem algumas pessoas especiais (e mulheres também!).

***
       Mulher é tudo igual. Só muda a maquiagem e a roupa.

       Aliás, esqueci da moda! Na verdade, a maquiagem e a roupa também não mudam.

***

       Mulher é tudo igual. Só muda a cor dos cabelos.

       Pensando bem, com a maquiagem, esmaltes, batons e, hoje em dia, com lentes de contato coloridas, bronzeamento artificial, etc., elas mudam as cores de muito mais coisas.

***

       Insanidade? Estou ficando cada vez melhor nisso.

17/05/2012
      
       Algumas vezes é preciso coincidências inesperadas para fazer nossos cérebros produzirem as bobagens mais inusitadas. Vamos aos fatos:
      
       Fato 1: eu deveria ter ido ao supermercado ontem: não fui!
       Fato 2: hoje pela manhã escrevi o poemeto sexo-capitalismo;
       Fato 3: eu não deveria ter ido ao supermercado hoje: fui;
       Fato 4: nesse supermercado, quem manuseia a maquininha de cartões de crédito é o cliente.
      
       Fatos contados, aí veio o monólogo:
       - Pode inserir!
       - Pode retirar!

       Num rápido fluxo de sinapses capitalistas, fiquei olhando através da moça e pensando como seria cômico esse nível de controle  entre ela e o seu parceiro, na cama!

       ***

       Fico pensando com pena. Quem não escreve, como enfrenta um momento triste da vida?

       ***

       Para alguns, escrever pode ser profissão, para outros, arte; para mim, está se tornando uma questão de sobrevivência!

16/05/2012
       Minha história é testemunha: faço mal para as pessoas que se aproximam sentimentalmente de mim, com exceção, talvez, de uma meia dúzia de abnegados (entre os quais eu não me incluo).
       Por isso entendo aqueles que, sabiamente, mantêm uma distância emocional segura.

15/05/2012

       Se a poesia é mesmo um olhar diferente sobre o que é comum, então o poeta por definição é um desajustado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário