Pesquisar neste blog

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

O Pescador de Sonhos


















O pescador de sonhos anda à toa,
sem pressa, pela vida e acha lindo
o vento, o rio, a flor e, da garoa,
o barulhar que escuta, está sorrindo!

Se pesca um sonhador, pronto se doa,
mostra-lhe o tempo, a dor e o céu infindo,
mas quando seu amor no peito ecoa
um novo pescador vai emergindo.

Dois juntos pela noite agora pescam,
mais uma luz, que ao navegar se acende,
mais um barqueiro a quem o amor emprestam.

E cada sonhador no mundo aprende:
- sua luz cintila e todos se refrescam
e a humanidade a tanta luz se rende!

Gilberto de Almeida
09/08/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário