Pesquisar neste blog

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Poesias da Vida - XXVIII

(Juliana Paula Landim)

Já tive uma casa.
Vendi.

Já tive um carro.
Vendi.

Já tive cartão de crédito.
Vendi.

Já tive princípios e crenças e valores morais.

Ainda bem que nem tudo no mundo é comércio!

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Ainda bem, Tonhinhobira. Estou com você e com a Juliana.

      Excluir
  2. Gostei da poesia. É direta, objetiva e demonstra o real valor das coisas , e que o maior valor que se pode ter é o valor moral é toda nossa essência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, Yradaguiar. Creio que esse poema retrata bem a autora, uma pessoa de vida difícil, mas com valores morais bem definidos.

      Excluir