Pesquisar neste blog

sábado, 21 de abril de 2012

Haicais Acrósticos - Série "LUA"


Luz serena e pálida
Ungindo o semblante lindo,
Ao vir, doce e cálida.
Lívida de medo -
Um guia - no céu vigia
Ancestral segredo.
Linda, ela aparece...
Um brilho ilumina o trilho
Ao descer em prece.
Lua iluminada
Unida à fonte da vida,
Ao mundo ancorada.
Lobos em teu nome,
Uivando esta noite quando
Aparentam fome...
Luz branda de frio
Urdida, e assim refletida
Ao longo do rio.
Lua sem luz o que é?
Um vulto, no céu oculto?
Algo existe...É a fé?
Lágrima prateada
Ulula do céu, especula
A sós, se é casada.
Lá brilha São Jorge,
Ultor, santo caçador
A cavalo e alforje!
Levado e preciso:
Uma minguante nos dá
Aquele sorriso!
Gilberto de Almeida
21/04/2012

6 comentários:

  1. EU gostei muito desse poema haicai sobre a lua muito teresante fala tan bem sobre a natureza e etc muito obrigador

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Obrigado, Raymundo. Fico lisonjeado. Brande abraço.

      Excluir
  3. Lindo !!! Obrigada !!!

    ResponderExcluir