Pesquisar neste blog

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Por trás da sacada

 
 
Por trás da sacada,
por trás das cortinas
está minha amada;
descansa as retinas...
 
Por trás abraçada,
me traz, das meninas,
as luzes, deitada,
do amor, cristalinas!
 
E, sonha, tão bela,
sair, na alvorada,
banhada de amores.
 
E vai à janela
regar, na sacada,
seu mundo de flores!
 
 
 
Gilberto de Almeida
07/09/2012
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário